Popularidade de Blair cai 14 pontos porcentuais

A popularidade do primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, desabou nos últimos 30 dias, em meio às preocupações com relação à crise iraquiana, revela uma pesquisa de opinião divulgada hoje. De acordo com uma pesquisa ICM para o jornal The Guardian, apenas 35% dos entrevistados disseram-se satisfeitos com a performance de Blair no cargo de primeiro-ministro, em comparação aos 49% registrados no mês anterior.Cinqüenta e cinco por cento disseram-se insatisfeitos, o que representa uma alta de 12 pontos porcentuais em relação a janeiro. Os outros 10% dos entrevistados não manifestaram opinião.Blair coloca em jogo seu futuro político ao apoiar a postura belicista dos Estados Unidos contra o Iraque, apesar dos altos índices de oposição entre os britânicos à guerra sem o aval da Organização das Nações Unidas (ONU).No último sábado, quase 1 milhão de pessoas saíram às ruas de Londres para protestar contra a guerra.A mesma pesquisa constatou ainda que 52% dos entrevistados são contra a guerra, num aumento de cinco pontos porcentuais em relação à pesquisa anterior. A ICM ouviu 1.003 adultos por telefone entre os dias 14 e 16 de fevereiro. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.