Popularidade de Bush chega ao nível mais baixo

A popularidade do presidente George W. Bush e a de legisladores republicanos sofreu uma nova queda, especialmente com relação à questão da segurança nacional, indicou uma pesquisa AP-Ipsos, divulgada nesta sexta-feira, a menos de sete meses das eleições legislativas de novembro. Segundo a pesquisa, apenas 36% dos americanos aprovam o governo de Bush, o índice mais baixo de todas as sondagens já realizadas pela AP-Ipsos. Na véspera das eleições presidenciais de novembro de 2004, Bush tinha um respaldo de 47% e em outubro de 2002, 64%. Apenas 35% dos 1.003 entrevistados esta semana apóiam o modo como Bush conduz a questão do Iraque - a aprovação mais baixa das pesquisas da AP-Ipsos. A política externa do presidente e sua estratégia contra o terrorismo conta com o respaldo de apenas 40% da população - 9 pontos porcentuais a menos do que no ano passado. Antes das eleições legislativas de 2002, 64% dos americanos aprovavam a diplomacia de Bush. Hoje, apenas 30% dos americanos apóiam o trabalho do Congresso e o escasso respaldo parece atribuído à liderança republicana. Entre os últimos presidente americanos reeleitos, apenas o democrata Bill Clinton e o republicano Donald Reagan tiveram porcentagens de aprovação superiores a 60% nesta fase de seu segundo mandato, segundo o Instituto Gallup.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.