Popularidade de Chávez cresce na Tunísia

Pesquisa realizada esta semana naUniversidade de Túnis entre estudantes de diversas nacionalidades árabes confirmou a popularidade do presidente venezuelano Hugo Chávez no mundo islâmico. Os resultados da pesquisa mostram que o discurso de Chávez na tribuna da Assembléia Geral das Nações Unidas foi aplaudido por 90% dos universitários. Os 10% restantes acharam queos ataques ao presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, "não se justificam". No entanto, todos os cerca de 2 mil estudantes entrevistados concordam que Chávez se tornou um dos líderes mais admirados no mundo islâmico, "inclusive muito acima dos próprios dirigentes dospaíses árabes". A enquete acrescenta que os árabes, se tivessem acesso à televisão estatal venezuelana, teriam acompanhado o discurso de Chávez com mais atenção do que deram a alguns canais árabes, mesmonão falando espanhol. Entre as frases de Chávez que mais impressionaram, os estudantes citaram com arrasadora maioria os comentários do presidente da Venezuela sobre a intervenção israelense no Líbano. Em termos de popularidade, o venezuelano ficou à frente do líder líbio Muammar Kadafi, do presidente egípcio Hosni Mubarak e do rei Abdullah, da Jordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.