Popularidade de Evo Morales cai 12 pontos no 3º mês de mandato

A popularidade do presidente da Bolívia, Evo Morales, caiu de 80% em março para 68% em abril, segundo uma pesquisa publicada hoje pelo jornal "La Razón".O número de pessoas que desaprovam Morales aumentou de 12% para 23% no mesmo período, segundo a enquete elaborada pela empresa Apoio, Opinião e Mercado em Santa Cruz, La Paz, El Alto e Cochabamba, cidades que juntas somam quase a metade dos 9 milhões de habitantes da Bolívia.O apoio ao Governo do Movimento ao Socialismo (MAS) caiu de 74% para 64%.A popularidade do vice-presidente boliviano, Alvaro García Linera, que era de 77% em março, diminuiu para 70% em abril, enquanto o índice de desaprovação subiu de 13% para 19%.Entre os ministros, a maior aceitação é do responsável de Hidrocarbonetos, Andrés Soliz Rada, com 32% de aprovação e 15% de rejeição, enquanto 53% dos entrevistados não indicaram sua opinião.A maior perda de apoio a Morales e seu Governo foi registrada na cidade oriental de Santa Cruz, a mais povoada e economicamente ativa da Bolívia, onde caiu 25 pontos percentuais entre março e abril, ficando em 50%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.