J. Scott Applewhite/AP
J. Scott Applewhite/AP

Popularidade de Obama chega ao seu nível mais baixo, aponta pesquisa

Levantamento do Instituto Gallup coloca aprovação do presidente democrata em 40%

Efe

29 de julho de 2011 | 18h44

WASHINGTON - O índice de aprovação do governo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, atingiu seu patamar mais baixo nos últimos dias, revela uma pesquisa do instituto Gallup publicada nesta sexta-feira, 29. A popularidade registrada pelo democrata, de 40%, sofre baixas em pleno debate pelo aumento do teto da dívida americana e perante o risco de que não se chegue a um acordo para evitar uma moratória.

 

O mais baixo nível da popularidade de Obama era 41%, alcançado em "várias ocasiões", segundo aponta a empresa. A última vez que isso havia ocorrido foi em abril passado. Estes dados estão na mesma linha com os de outra pesquisa realizada pelo Gallup na qual apenas 41% dos americanos aprovava seu papel nas negociações sobre a dívida, contra 52% que se opunha.

 

Apesar da m´avaliação de Obama, a situação do presidente da Câmara dos Deputados, o republicano John Boehner, e o líder da maioria democrata no Senado, Harry Reid, é pior. Apenas 31% aprova a gestão de Boehner, contra 48% que se mostrou contra. Já Reid só recebeu 23% de respaldo e 52% de reprovação.

 

A taxa de aprovação de Obama ente os eleitores democratas é de 72%, comparada com 34% entre os independentes e 13% entre os republicanos. Nas três semanas anteriores, a média de aprovação do presidente americano foi de 79% entre os democratas, 41% entre os independentes e 12% entre os republicanos.

 

Para realizar esta sondagem, o Gallup consultou por telefone uma amostra escolhida aleatoriamente de 1.463 adultos, com uma margem de erro de três pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
ObamaEUApesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.