Eduardo Munoz/Reuters
Eduardo Munoz/Reuters

Popularidade de Trump atinge pior nível desde 17 de novembro

A Fox News, emissora preferida do conservadorismo americano, divulgou sua pesquisa que mostra Biden com vantagem de 8 pontos porcentuais com relação ao presidente: 48% a 40%

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2020 | 22h33

WASHINGTON - A popularidade do presidente dos EUA, Donald Trump, chegou ao nível mais baixo desde 17 de novembro - antes da chegada da pandemia de coronavírus ao país. De acordo com o site Real Clear Politics, que calcula a média diárias de pesquisas de opinião, o índice de aprovação do presidente chegou nesta segunda-feira, 25, a 43,9%. A rejeição ao governo de Trump está em 53,9%.

O pior momento vivido pelo presidente, segundo o site, foi no dia 13 de dezembro de 2017, quando ele registrou 58% de rejeição e apenas 37% de aprovação. 

Com aparições diárias na Casa Branca para falar sobre o combate ao vírus, Trump chegou a melhorar seus números. Em 27 de março, tinha 47,3% de aprovação, bem perto dos 49,3% de rejeição. Foi seu melhor momento desde a posse, em janeiro de 2017.

No entanto, a imagem do presidente acabou se desgastando com as aparições diárias. Algumas, foram desastrosas. Em 24 de abril, por exemplo, Trump sugeriu injetar alvejantes no corpo para combater o vírus. 

A queda de popularidade se reflete também nas pesquisas nacionais entre ele e o democrata Joe Biden, adversários na eleição presidencial de novembro. Ontem, a Fox News, emissora preferida do conservadorismo americano, divulgou sua pesquisa que mostra Biden com vantagem de 8 pontos porcentuais: 48% a 40%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.