AP Photo/Carolyn Kaster,
AP Photo/Carolyn Kaster,

Popularidade de Trump registrou leve alta durante feriados de fim de ano

Analistas questionam se presidente não seria mais apreciado quando não está nos noticiários

O Estado de S.Paulo

04 Janeiro 2018 | 08h53

WASHINGTON - A popularidade do presidente americano, Donald Trump, registrou um leve aumento durante os feriados de fim de ano, levando os pesquisadores a questionarem se ele - um assíduo usuário do Twitter - é mais apreciado quando não está nos noticiários.

+ Ativistas protestam contra Twitter por não remover conta de Trump após ameaças à Coreia do Norte

O nível passou de 36% antes do Natal para 40% depois do ano-novo, segundo a empresa Gallup. Durante esse período, Trump permaneceu em sua mansão na Flórida, onde foi visto jogando golfe, sem protagonizar grandes manchetes.

+ Steve Bannon acusa assessores do presidente dos EUA de ‘traição’

Apesar de os dados continuarem sendo historicamente baixos para um presente nessa altura do mandato, é o pico mais elevado desde junho de 2017.

Essa informação alimenta a hipótese lançada por vários jornalistas de que, apesar de sua ânsia por ser o centro das atenções, talvez Trump devesse optar por uma estratégia mais discreta.

"É difícil comprovar", admite Kyle Kondik, analista político da Universidade de Virgínia. "Sua popularidade melhora um pouco quando ele não domina a atualidade.”

Mas a especialista em pesquisas do site The Huffington Post, Ariel Edwards-Levy, destacou que, quando o país se viu afetado por uma série de furacões entre agosto e setembro, dominando o noticiário mundial, a popularidade de Trump era alta.

A porta-voz do presidente na Casa Branca, Sarah Sanders, rejeitou a teoria associada ao silêncio. Para ela, a elevação desses números tem a ver com a reforma fiscal adotada antes do Natal, a primeira grande vitória do presidente no Congresso. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.