Por atrasos, empresa de trens indeniza demitida

A empresa de trens francesa SNCF foi condenada a pagar indenização a uma passageira que foi demitida por seus repetidos atrasos. A mulher, que perdeu o trabalho de secretária, pediu inicialmente 45 mil. A Justiça concedeu apenas 1,5 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.