Gleb Garanich/Reuters
Gleb Garanich/Reuters

Poroshenko propõe uso de forças de paz da ONU no leste da Ucrânia

Foi a primeira vez que as autoridades de Kiev se manifestaram a favor de utilizar forças de paz no leste do país

O Estado de S. Paulo

18 de fevereiro de 2015 | 20h19

KIEV - O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, propôs nesta quarta-feira, 18, o uso de forças de manutenção da paz da ONU no leste da Ucrânia. "Hoje vou lhes propor debater o assunto de convidar à Ucrânia as forças de manutenção da paz das Nações Unidas, que atuariam em virtude de um mandato do Conselho de Segurança da ONU", disse o presidente.

O líder discursou em reunião do Conselho de Segurança Nacional e de Defesa ucraniana após retornar de uma rápida visita à região do conflito com os separatistas no leste do país. Poroshenko afirmou que "a melhor opção seria que a missão fosse liderada por forças policiais da União Europeia" e pediu ao órgão de segurança ucraniano que aprove a proposta.

Esta foi a primeira vez que as autoridades de Kiev se manifestaram a favor de utilizar forças de paz no leste do país, uma proposição que aconteceu no mesmo dia em que o Exército ucraniano teve de se retirar da estratégica cidade de Debaltseve, em Donetsk, diante da ofensiva dos rebeldes pró-Rússia. / EFE

 

Tudo o que sabemos sobre:
Petro PoroshenkoUcrâniaKievRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.