Porta-voz acusa Bush de ordenar que CIA desestabilizasse Irã

Hosseini disse isso é 'um claro exemplo da política bélica dos Estados Unidos contra o Irã'

EFE

01 de junho de 2008 | 14h11

O porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores iraniano, Mohammed Ali Hosseini, acusou neste domingo, 1, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, de ter ordenado à CIA que causasse a desestabilização interna do Irã. Segundo a agência "Mehr", Hosseini disse em sua entrevista coletiva semanal que isso é "um claro exemplo da política bélica dos Estados Unidos contra o Irã". Além disso, em relação às próximas eleições presidenciais americanas, Hosseini disse que Teerã não apóia nenhum dos pré-candidatos. Hosseini também desmentiu que Teerã esteja envolvido em ações para desestabilizar o Sudão, como afirmou recentemente uma autoridade egípcia. "Estas acusações não se adaptam de nenhuma maneira às políticasregionais da República Islâmica do Irã", disse Hosseini, que apoioua devolução por parte de Israel à Síria das Colinas do Golã,ocupadas pelo Exército israelense desde 1967.

Mais conteúdo sobre:
IrãCIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.