Porta-voz do Pentágono renuncia ao posto

A porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Victoria Clarke, que se tornou figura familiar aos telespectadores de todo o mundo por ler os comunicados durante a guerra no Iraque, renunciou ao cargo na sexta-feira, anunciou hoje o Pentágono. Por razões pessoais, Victoria deixará o posto de secretária-assistente de relações públicas, disse o comunicado do Departamento. Ela exerceu o cargo durante dois anos, desde o verão de 2001, antes dos ataques de 11 de setembro em Nova York e Washington."Deixo o posto com tristeza, porque foi a melhor experiência profissional da minha vida", disse ela em um comunicado distribuído à imprensa. Por sua vez, o secretário de Defesa americano, Donald Rumsfeld, elogiou em outro comunicado a secretária demissionária por seus esforços "para contar a história de nossas forças em combate e mostrar sua coragem, dedicação e profissionalismo num enfoque preciso para todos os americanos".Lawrence DiRita, assistente especial de Rumsfeld, exercerá interinamente o cargo de porta-voz do Pentágono até a nomeação do substituto de Victoria Clarke.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.