Porta-voz saudita afirma desconhecer morte de Bin Laden

Um porta-voz oficial do Governo saudita negou qualquer conhecimento sobre a veracidade da informação publicada neste sábado por um jornal francês que anunciava a morte do líder da Al Qaeda, Osama bin Laden.O porta-voz do Ministério do Interior saudita, Mansur al-Turqui, afirmou ao jornal "Al Sharq Al Awsat" que não possuía nenhuma informação relevante sobre o publicado em relação à suposta morte do líder da rede terrorista.Até o momento, o Governo saudita não havia comentado nada sobre a informação, que não foi confirmada pelo Governo francês ou pelo dos Estados Unidos. O jornal regional francês "L´Est Republicain" informou neste sábado em sua página de internet que o dirigente terrorista, que estaria no dia 23 de agosto no Paquistão, teria morrido de tifo.A publicação francesa, que cita um documento da espionagem da França com informação atribuída aos serviços secretos franceses, acrescentava que Bin Laden padeceu de uma paralisia parcial de seus membros inferiores e não pôde ser tratado por causa de seu isolamento geográfico.Bin Laden, de origem saudita, é acusado pelo Governo americano de ser o responsável dos atentados de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.