Portador de HIV é condenado por infectar duas namoradas

Um júri condenou hoje um portador de HIV por, com pleno conhecimento de sua doença, ter infectado duas namoradas com o vírus. A acusação disse que Mohammed Dica, de 38 anos, fez sexo com sua primeira vítima sem proteção alegando que havia feito uma vasectomia. E persuadiu a segunda, uma mãe de dois filhos, com promessas de amor.A condenação de Dica é a primeira na Inglaterra tendo como causa a transmissão de uma doença perigosa. Dica, de Mitcham, sul de Londres, alegou, no Tribunal de Londres, que as duas mulheres sabiam de sua condição antes de dormirem com ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.