Portal chinês é multado por material 'indecente'

A Sina Corporation, popular portal de internet da China, revelou ter sido multada em US$ 815 mil pelos reguladores por permitir "conteúdo não saudável e indecente" em seus sites.

AE, Agência Estado

05 Maio 2014 | 01h01

A empresa também anunciou que duas das licenças para publicação na internet e transmissão online de programas audiovisuais foram revogadas. A Sina declarou que ainda está avaliando o impacto das multas nas operações.

A China possui mais de 600 milhões de pessoas com acesso à internet, e o Partido Comunista encoraja o uso dos sites para fins educacionais e empresariais, mas tenta bloquear o acesso a materiais considerados obscenos ou subversivos. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
China portal multa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.