Portugal aprova pacote de estímulo econômico de 2,18 bi de euros

O governo de Portugal aprovou neste sábado um pacote de medida de estímulo à economia de 2,18 bilhões de euros para 2009. "Os recursos públicos destinados para essas medidas representam 1,25% do Produto Interno Bruto do país", disse o ministro da Fazenda, Fernando Teixeira dos Santos, ao fim de uma reunião extraordinária do gabinete de governo.Na sexta-feira, os líderes da União Européia haviam concordado em gastar 200 bilhões de euros, o equivalente a 1,5% do PIB do bloco, na tentativa de estimular uma economia que está sendo afetada pelo aperto no crédito e pela perda de confiança no sistema financeiro.Alguns países, porém, deverão gastar mais. A Espanha, um dos países mais atingidos pela crise financeira, anunciou medidas de estímulo à economia equivalentes a 4% de seu PIB em 2008 e mais de 4% em 2009.De acordo com o plano anunciado neste sábado, Portugal vai elevar os investimentos públicos em educação, energia e infra-estrutura de tecnologia. Também haverá incentivos financeiros e benefícios fiscais para companhias que contratem novos funcionários e novas linhas de crédito para as pequenas empresas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.