Portugal diz que apóia guerra, mesmo sem ONU

O primeiro-ministro de Portugal, José Durão Barroso, afirmou que seu país apoiará o uso da força pelos EUA contra o Iraque mesmo que uma ação militar não tenha o endosso do Conselho de Segurança da ONU. "No caso de um conflito entre os EUA e o Iraque sem solução no âmbito da ONU, Portugal apoiará os EUA. Os Estados Unidos são um aliado e uma democracia; o Iraque não é nenhuma dessas coisas. Não podemos nos esquecer disso", disse Barroso durante uma entrevista em Luxemburgo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.