Portugal: ministro se demite após queda de ponte

O ministro de Obras Públicas de Portugal, Jorge Coelho, anunciou hoje sua demissão, em caráter irrevogável, em conseqüência da queda de uma ponte, no rio Douro, que une as cidades de Entre os Rios e Castelo de Paiva, próximo da cidade de Porto, no leste de Portugal. No momento do acidente, um ônibus, com 67 passageiros, e dois carros estavam cruzando a ponte. O ônibus estava voltando de um passeio realizado em Trás-os-Montes, com destino a Castelo de Paiva. ?Acidentes tão graves como este têm conseqüências políticas, e neste caso, eu assumo?, disse o ministro em entrevista à imprensa. O primeiro-ministro de Portugal, Antônio Guterres, aceitou o pedido de demissão e afirmou que o ato do ministro ?é uma atitude incomum de dignidade de quem seguramente está isento de qualquer responsabilidade pessoal pelos trágicos acontecimentos que enlutam o país?. Coelho havia visitado e detectado problemas de deterioração da ponte no final do ano passado e anunciado a intenção de restaurá-la.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.