Portugal pede ajuda europeia para combater incêndios

As autoridades portuguesas pediram a ajuda de outros países da União Europeia (UE) para combater os incêndios florestais no país, alimentados pelas altas temperaturas e os ventos fortes. O fogo atingiu o município de Ourém, onde nesta segunda-feira matou um morador, disse o prefeito Paulo Fonseca. Ourém fica 150 quilômetros ao norte de Lisboa. A chefe da Defesa Civil portuguesa, Patrícia Gaspar, disse que Portugal pediu o auxílio da UE para combater os incêndios. Segundo ela, Portugal precisa de quatro aviões bombeiros. A imprensa portuguesa disse que 13 aviões com canhões de água ajudam 1.700 bombeiros que combatem os incêndios em Portugal, principalmente no norte do país.

AE, Agência Estado

03 de setembro de 2012 | 19h05

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.