EFE/Cynthia de Benito
EFE/Cynthia de Benito

Portugal suspende voos entre o país e o Brasil

Suspensão é válida entre 29 de janeiro e 14 de fevereiro; de acordo com o Ministério do Interior, piora da pandemia em Portugal e no mundo foi o motivo da proibição.

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2021 | 14h55

LISBOA - Portugal anunciou nesta quarta-feira, 27, a suspensão os voos entre o país e o Brasil a partir do dia 29 de janeiro. A medida vale 14 de fevereiro. O Ministério do Interior português disse que a piora da pandemia no mundo e a detecção de novas variantes justificaram a decisão.

Estão permitidos apenas voos de repatriação e humanitários e, mesmo nesses casos, os viajantes precisarão exibir um resultado negativo de teste de covid-19 que tenha sido feito 72 horas antes do embarque. Além disso, precisarão fazer quarentena de 14 dias ao chegar a Portugal.

O Ministério do Interior afirma que nos voos de caráter humanitário está liberado o embarque de cidadãos da União Europeia e do Espaço Schengen (grupo de países europeus que permite a livre circulação de pessoas), desde que sigam os mesmos protocolos para poder ingressar no país.

As regras estabelecidas para o Brasil são iguais às que já vigaram para os voos entre Portugal e o Reino Unido. Desde o começo da pandemia, Portugal, com 10 milhões de habitantes, teve 669 mil casos positivos. Desses, quase 173 mil estão ativos.

Nos hospitais, há mais de 6,6 mil pessoas internadas - 783 estão em unidades de terapia intensiva. O Parlamento deverá votar uma prorrogação de 15 dias do estado de emergência. E todas as medidas de confinamento devem ser prolongadas.

Restrições de outros países

No dia 14 de janeiro, o Reino Unido barrou viajantes oriundos do Brasil, Portugal e de outros 14 países por conta de uma nova variante do coronavírus. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já havia dito que o país buscava formas de se proteger de 'variante brasileira' do coronavírus.

Johnson se referiu a uma variante encontrada no estado do Amazonas e que foi registrada em viajantes que passaram pela região e retornaram ao Japão. O Peru também anunciou nesta semana a proibição de voos vindos do Brasil. / AFP e Reuters 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.