Português é indicado para presidir Comissão Européia

O primeiro-ministro de Portugal, JoséManuel Durão Barroso, partidário de fortes laços com Washington,despontou neste domingo como próximo presidente da ComissãoEuropéia, o mais poderoso cargo da União Européia (UE). O primeiro-ministro da Irlanda, Bertie Ahern, cujo país detématualmente a presidência de turno da UE, anunciou que indicaráDurão Barroso para o cargo na reunião do Conselho Europeu naterça-feira, em Bruxelas. "Nos últimos dias, consultei meus colegas e estou muitosatisfeito de poder confirmar que há grande apoio para adesignação de Durão Barroso como presidente da Comissão", disseAhern. A designação encerrará semanas de discussões, que levaram aGrã-Bretanha a se desentender com França e Alemanha, revivendorivalidades que haviam surgido sobre a guerra no Iraque. Os líderes da UE não haviam conseguido chegar a consenso sobreo sucessor do italiano Romano Prodi (cujo mandato termina em 31de outubro) num encontro no início do mês em Bruxelas, quandofoi fechado acordo para uma nova Constituição da UE. Depois de ser oficialmente indicado, Durão Barroso serásubmetido à aprovação do Parlamento Europeu em julho. O prefeitode Lisboa, Pedro Santana Lopes, deve substituir Durão Barroso nachefia do governo português.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.