''Post'' critica Brasil por falta de ação contra Chávez

O jornal "Washington Post" criticou ontem, em editorial, a comunidade internacional por não agir contra a Venezuela, que estaria ajudando as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). "Se o problema ocorresse no Oriente Médio, já teria sido examinado pelo Conselho de Segurança da ONU", diz o texto.

AP, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2010 | 00h00

"Outras democracias ocidentais apoiarão a Colômbia em sua luta contra essa flagrante violação do direito internacional?", questiona o "Post". "O governo Obama, que se caracteriza pela lentidão, considerou as provas colombianas "convincentes", mas se limitou a apoiar um processo transparente para investigá-las." O editorial faz também referência ao Brasil. "Sob a presidência de Luiz Inácio Lula da Silva, o Brasil tem sido um dos maiores defensores e fiadores de Hugo Chávez. Se esse apoio fosse retirado, Chávez teria de repensar sua aliança terrorista."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.