Postos da Shell sofrem onda de atentados no Paquistão

Terroristas de motocicleta provocaram uma série de explosões em 18 postos de combustível da Shell na cidade sulista paquistanesa de Karachi. Quatro empregados ficaram levemente feridos. Por três horas, dois homens numa motocicleta foram de posto em posto, colocando explosivos em latas de lixo, informou o porta-voz da polícia Malik Sheikh. As explosões tiveram início às 4 da madrugada, acrescentou."Todos os postos atacados eram da Shell", disse o chefe da polícia Kamal Shah, acrescentando que foi reforçada a segurança em diversas empresas estrangeiras, incluindo cadeias de lanchonetes.Ninguém assumiu responsabilidade pelos ataques, mas autoridades suspeitam ter sido uma ação antiamericana. No Paquistão, companhias de propriedade de ocidentais são muitas vezes identificadas como americanas, mesmo quando têm base em outros países. O Royal Dutch-Shell Group é uma companhia anglo-holandesa baseada em Londres, mas também tem um ramo baseado nos EUA.O diretor da subsidiária da Shell no Paquistão, Faruq Rehmatullah, disse que nenhum dos funcionários feridos teve de ser hospitalizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.