Potências não chegam a acordo sobre Teerã

Representantes das principais potências mundiais, reunidos ontem em Paris, não conseguiram chegar a um acordo sobre novas sanções contra o Irã. Apesar disso, as conversas foram consideradas positivas. "Há elementos que indicam que poderemos ter um nova resolução a curto prazo", disse um diplomata francês, que não deu mais detalhes. Estados Unidos, Grã-Bretanha, Rússia, China e França (membros do Conselho de Segurança da ONU), além da Alemanha, haviam dado ao Irã até novembro para mostrar avanços na suspensão de seu programa nuclear, o que não ocorreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.