Poul Rasmussen eleito líder dos socialistas europeus

O ex-primeiro-ministro dinamarquês Poul Nyrup Rasmussen foi eleito hoje, em Bruxelas, presidente do Partido Socialista Europeu (PSE), sucedendo ao britânico Robin Cook.No congresso dos socialistas europeus, Rasmussen foi eleito com 163 votos contra 157 do seu adversário, o italiano Giuliano Amato, ex-vice-presidente da Convenção sobre o Futuro da Europa, que preparou o projeto do tratado constitucional da União Européia. Amato, segundo informa a Agência Lusa, será o primeiro vice-presidente do PSE, segundo um acordo estabelecido sexta-feira entre as delegações presentesNo encontro, os socialistas europeus definirão ainda a estratégia a adotar para as eleições européias de junho próximo, em que o principal objetivo é vencer o Partido Popular Europeu, família política do Partido Social Democrata, e que obteve a maioria dos votos no escrutínio de 1999.Na proposta de manifesto político, que será votado durante a tarde, os socialistas não tomarão posição sobre o projeto daConstituição Europeia, mas vão defende-la como "indispensável para o sucesso da ampliação (da EU)", devendo ser uma "prioridade" para os governos europeus.Isto é consequência, segundo algumas fontes, do fato de o projeto da Constituição, elaborado pela Convenção Européia para o Futuro da Europa, não ser do agrado de alguns socialista franceses e belgas.Por outro lado, o documento reclama uma "reforma do pacto de estabilidade e crescimento" para promover um maiorcrescimento econômico e do emprego"."A estabilidade deve ser considerada como uma condições vital ao crescimento e não uma alternativa", lê-se no texto,acrescentando que a "convergência da performance financeira deve ser resultado da convergência das medidas sociais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.