Powell critica acordo com UE

Os Estados Unidos e a União Européia reforçaram, nesta quinta-feira, sua cooperação contra o terrorismo, com um acordo que prevê uma maior troca de informações, mas o secretário de Estado americano, Colin Powell, imediatamente o considerou um "progresso insuficiente".O acordo entre Washington e a agência legal européia, a Europol, abrirá mais informações sobre as redes terroristas, mas não possibilitará a obtenção de dados pessoas sobre suspeitos."É difícil entender como poderemos trabalhar juntos em investigações criminais sem dividirmos os dados (pessoais)?, afirmou Powell, durante a cerimônia de assinatura do acordo. "Sei que podemos resolver essa questão e espero que isso ocorra rapidamente."Segundo o acordo, agências de imposição da lei, como o FBI, trocariam informações analíticas e metodológicas com a Europol. O acordo também inclui programas de treinamentos conjuntos.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.