Powell defende ataques contra mesquitas no Iraque

O secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, defendeu os ataques americanos contra mesquitas e santuários que estejam sendo usados como base por rebeldes no Iraque. ?Temos de proteger nossos homens?, disse. Powell afirmou que, quando pessoas perigosas profanam locais sagrados, usando-os como arsenais ou bases para franco-atiradores, os EUA devem reagir.O secretário disse que ?estamos tendo muito cuidado? para não atingir civis ou santuários durante a luta contra a resistência. Ele pediu que o mundo compreenda o dilema americano. Em outra conversa com jornalistas, Powell disse que não há contradição com a manutenção da autoridade americana sobre questões militares e de segurança, mesmo após o retorno da soberania política para os iraquianos. Ele citou como exemplos a situação da Alemanha após a II Guerra Mundial e da Coréia do Sul nos anos 50.?Os Estado Unidos terão de atuar como comandante? no Iraque após a transição, disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.