Powell fracassou porque Sharon não cedeu, diz Arafat

Em declarações feitas na manhã desta quarta-feira a uma emissora da Tunísia, o líder palestino Yasser Arafat disse que o secretário de Estado norte-americano, Colin Powell "fracassou" em sua missão no Oriente Médio, já que o primeiro-ministro israelene, Ariel Sharon, não ordenou a retirada de suas tropas dos territórios palestinos. Saeb Erakat, o principal negociador palestino, declarou que a situação do povo palestino só piorou desde a chegada, há uma semana, do secretário Colin Powell à região. "A única maneira que Sharon tem para falar conosco é através das balas dos atiradores e dos disparos dos tanques", completou Erakat. No início da madrugada de quarta-feira, um palestino armado foi morto ao tentar atacar a colônia judaica de Dugit, ao norte da Faixa de Gaza, informou um porta-voz do Exército israelense. Outros dois palestinos ficaram feridos no incidente. EgitoColin Powell, pode não reunir-se com o presidente do Egito, Hosni Mubarak, em sua visita ao Cairo nesta quarta-feira, antes de dirigir-se aos EUA, informou a CNN citando a embaixada norte-americana na capital egípcia. Segundo a emissora, Powell deve encontrar-se com o ministro das Relações Exteriores do Egito, Ahmed Maher, e visitar ministros da Jordânia e da Arábia Saudita que encontram-se no Cairo. A embaixada dos EUA não esclareceu o motivo das mudança na agenda.PetróleoO Iraque pode estender a suspensão de suas exportações de petróleo, diante da ausência de indicações de fim da ocupação do exército de Israel nos territórios palestinos, disse o ministro do Petróleo, Amir Muhammad Rasheed, informou a Kyodo News. "O objetivo desta estratégia é ajudar nosso povo e o palestino. Nos consideramos uma nação árabe. Quando os apoiamos, apoiamos a nós mesmos", disse Rasheed.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.