Powell manifestou cautela sobre ataque ao Iraque

O secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, mantém cautela quanto à possibilidade e a oportunidade de iniciar uma segunda frente da guerra contra o terrorismo no Iraque. Em uma entrevista para o The Washington Post, Powell afirma que a administração de George W. Bush se concentra no momento no que resta da organização de Osama bin Laden. Ele advertiu também que os êxitos militares até agora obtidos no Afeganistão poderiam não se repetir com tanta facilidade numa operação contra o Iraque.O secretário de Estado assegurou que os EUA perseguirão os integrantes da rede terrorista Al-Qaeda em todo o mundo, acrescentando que "há outros países objeto de preocupação", além do país governado por Saddam Hussein. Powell confirmou que há diversos pontos de vista dentro do governo americano sobre a opção de atacar o Iraque. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.