Gero Breloer/AP
Gero Breloer/AP

PP abrirá processos em caso de corrupção na Espanha

Partido governista quer processar quem publicou ou transmitiu informações sobre supostos pagamentos secretos

AE, Agência Estado

04 de fevereiro de 2013 | 12h14

MADRI - O governista Partido Popular (PP) da Espanha planeja abrir processos judiciais contra quem publicou ou transmitiu informações sobre supostos pagamentos secretos a membros do partido, informou o porta-voz do partido, Carlos Floriano.

"Quem quer que tenha acusado o partido de comportamento irregular, quem quer que tenha passado adiante as informações e quem quer que tenha publicado isso será alvo de processos", declarou Floriano em entrevista à imprensa. O porta-voz acrescentou que o partido está avaliando se conduz um processo civil ou penal.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, cujo nome aparece na lista de recebedores de pagamentos em documentos publicados pela imprensa espanhola, está agindo para conter o crescente escândalo e no fim de semana afirmou que divulgará suas declarações de imposto de renda e seus ativos financeiros em breve. Rajoy negou as acusações e disse que elas querem criar instabilidade em um momento crucial para seu país.

Floriano não quis identificar os alvos específicos dos planejados processos. Ao ser perguntado sobre se também será movida uma ação contra o ex-tesoureiro do partido, Luis Bárcenas, que supostamente seria o responsável pelos pagamentos secretos, Floriano respondeu: "Todos."

Bárcenas renunciou ao cargo em 2010, depois de ser citado em uma investigação pelo Tribunal Superior de Madri sobre pagamento de propinas para políticos relacionados a contratos de governos locais. Posteriormente o Tribunal Nacional assumiu o caso e, no começo deste mês, afirmou que Bárcenas acumulou cerca de 22 milhões de euros (US$ 29,85 milhões) de origem incerta em contas bancárias na Suíça.

As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhacorrupçãoMariano Rajoy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.