PPI dos EUA sobe 0,5% em março ante fevereiro

O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos avançou 0,5% em março ante fevereiro, segundo dados ajustados sazonalmente do Departamento de Trabalho norte-americano. O resultado ficou acima das estimativas dos analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que eram de ganho de 0,1%. O dado de fevereiro não sofreu revisão e permaneceu em queda de 0,1%.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2014 | 11h49

Excluindo alimentos e energia, o núcleo do índice teve alta de 0,6% em março, superando previsão dos analistas, que era de alta de 0,2%.

Em janeiro, o Departamento do trabalho modificou a maneira como mede estes preços e inclui agora serviços, compras governamentais, investimentos de capital, exportações e construção. A categoria é conhecida agora como demanda final. O novo método mais do que dobra a quantidade de produção analisada, em comparação com o modelo anterior que apenas avaliava os preços dos bens produzidos. O índice subiu 1,4% em março ante o mesmo mês do ano passado, o maior ganho anual desde agosto do ano passado.

A antiga medida de preços ao produtor é conhecida agora como "produtos finalizados". A categoria teve queda de 0,1% em março ante fevereiro e ganho de 1,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Euainflaçãoppi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.