(Philip Pollina via AP)
(Philip Pollina via AP)

Praias de Nova York registram dois raros ataques de tubarões 

As duas vítimas, uma menina de 12 anos e um menino de 13, foram atacadas na perna direita; há apenas 10 incidentes como esse registrados no Estado

O Estado de S.Paulo

19 Julho 2018 | 15h11

NOVA YORK - Dois adolescentes que estavam brincando no mar, em  Fire Island National Seashore, em Nova York, sofreram ferimentos leves em suas pernas ao serem aparentemente atacados por tubarões na quarta-feira. O incidente é o primeiro do tipo no Estado em 70 anos, segundo autoridades. 

As duas vítimas, uma menina de 12 anos e um menino de 13, foram atacadas na perna direita e receberam atendimento médico de emergência. Segundo informações das autoridades, foram ferimentos leves e elas não terão sequelas. 

Um dente do tubarão foi extraído da perna do garoto e enviado para ser analisado para que se determine qual espécie o atacou enquanto ele praticava bodyboarding na Praia Atlantique, na cidade de Islip. 

A menina, uma estudante identificada em uma entrevista coletiva como Lola Pollina, contou que estava em pé no mar, com água até a cintura, na praia Sailores Haven perto de Brookhaven, a 3 km de Islip, quando ela foi atacada. 

"Eu vi algo perto de mim e senti uma dor. Quando olhei vi uma barbatana", contou ela, lembrando como se deu conta de que a perna estava toda coberta por sangue e saiu correndo da água. O tubarão que ela viu tinha aparentemente de 90 cm a 1 metro de comprimento, disse.      

Ataques de tubarões contra humanos são extremamente raros nas águas de Fire Island, a leste da cidade de Nova York, ou em qualquer outro lugar no Estado, de acordo com o chefe dos Bombeiros de Ocean Beach, Ian levine, cujos paramédicos socorreram o menino atacado. 

Apenas cerca de 10 casos de ataque de tubarão contra pessoas foram registrados até hoje no Estado de Nova York. O último é de 1948, como afirmou Levine à agência Reuters. Nenhum dos dois acidentes de quarta-feira foram ainda registrados na contagem oficial, enquanto aguardam confirmação. "O dente que retiramos da perna da criança se parece muito com o dente de um tubarão", explicou Levine. 

As praias de Fire Island foram fechadas indeterminadamente, afirmou a porta-voz do National Park Service, Elizabeth Rogers. 

A amostra do dente, compatível com o de um grande peixe, está sendo analisada pelo Departamento de Conservação Ambiental, que enviará o resultado para o Condado de Suffolk. As marcas da mordida na perna da menina também são consistente com a de um grande peixe, afirmou Levine. 

Separadamente, um tubarão-tigre de (2,2 metros) foi capturado por um pescador em Kismet, outra cidade de praia a 3,2 km a oeste de Islip, disse Levine, acrescentando que duvida que qualquer animal envolvido nos ataques de quarta-feira seja tão grande como esse. / REUTERS  

Mais conteúdo sobre:
tubarão praia Nova York [Estados Unidos]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.