Pré-eleição republicana aproxima democratas de Obama, diz pesquisa

Estudo indica que campanha acirrada está beneficiando o presidente americano.

Pablo Uchoa, BBC

06 de março de 2012 | 05h42

Independentemente de quem vença a megarrodada de votações prévias do partido republicano nesta terça-feira, o processo já está tendo efeito sobre os rivais democratas, indica uma pesquisa de opinião conduzida nos Estados Unidos.

De acordo com a sondagem do Instituto Pew, feita para o jornal Washington Post nos primeiros quatro dias de março, quanto mais assistem à primária republicana, mais os simpatizantes do partido democrata veem com bons olhos o presidente Barack Obama, candidato à reeleição em novembro.

Quatro anos de governo Obama em meio à crise econômica deixaram desiludidos muitos eleitores que votaram nele em 2008. Em dezembro, antes do início das prévias republicanas, apenas 36% dos democratas achavam que sua impressão de Obama era melhor, afirmou o Instituto Pew.

Entretanto, o início dos debates republicanos, que enfatizaram a posição dos candidatos contrária a temas como aborto, casamento gay, benefícios sociais e até o secularismo do Estado, parecem ter aumentado a rejeição aos candidatos e fizeram a boa impressão de Obama subir para 49%.

Quanto mais assistem às prévias, pior a impressão do público geral sobre os republicanos, afirma a pesquisa. Cerca de 30% dizem que o debate piorou sua impressão sobre os candidatos, enquanto 12% dizem que melhorou. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.