"Precisamos ser respeitados, não só temidos", dirá Kerry

No discurso que fará mais à noite para aceitar formalmente a indicação do Partido Democrata como candidato à presidência dos EUA, o senador John Kerry dirá que os americanos ?precisamos ser respeitados, e não só temidos? pelo mundo, segundo trechos da fala obtidos pela Associated Press. ?O futuro não pertence ao medo, mas à liberdade?, dirá.?Força é mais do que palavras duras?, dirá o senador, que prometerá lutar pelo americanos em casa e, se necessário, no exterior, buscando convencer os eleitores de que é capaz de substituir o presidente George W. Bush como comandante supremo das forças armadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.