Prédio do Senado dos EUA evacuado após alarme falso de gás

Um dos prédios do senado americano, em Washington, foi evacuado na noite de quarta-feira devido a um falso alarme de presença de substâncias tóxicas no local. A situação só voltou ao normal no Capitólio depois que a porta-voz da polícia, Kimberly Schneider, afirmou que testes de uma substância suspeita de ser gás que afeta o sistema nervoso, e que foi encontrada no local, deram negativo.Cerca de 200 senadores e funcionários foram retirados do Edifício Russel dentro do Capitólio, e mantidos em um estacionamento subterrâneo enquanto a polícia revistava o local. A evacuação começou depois que o sistema de alarme do prédio detectou o que parecia ser uma substância venenosa no ar. O sistema de monitoramento de ar indicou a presença do agente usado no gás que ataca o sistema nervoso, no sótão do edifício."Tivemos este alerta do sistema. As pessoas no prédio seguiram as instruções imediatamente. Não houve pânico, não houve correria, nada disso", afirmou o senador republicano Jeff Sessions.Uma equipe de especialistas investigou o que disparou o alarme e realizou uma série de testes.Nos primeiros, foi indicada a presença do agente, mas outros testes resultaram negativos.Os senadores e funcionários receberam permissão de voltar para o Capitólio três horas depois do início do alerta, por volta das 18h30, horário local (21h30, horário de Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.