Prédios judaicos são atacados na França e Alemanha

Atacantes incendiaram neste fim de semana um depósito de uma escola judaica num subúrbio de Paris, disse hoje um líder judaico, aparentemente em mais um ataque criminoso contra alvos judeus. O depósito foi completamente destruído.Sammy Ghozlan, vice-presidente do consistório judaico para a região de Paris, disse que não estava clara a causa do incêndio na escola Teferet Israel no subúrbio de Sarcelles, mas parecia ter sido deliberado.Ninguém ficou ferido no incêndio, que destruiu uma edificação usada como depósito de itens religiosos, acrescentou. A polícia confirmou o incêndio mas evitou fazer mais comentários.Em Berlim, um coquetel molotov foi jogado contra uma sinagoga da cidade, mas um policial de guarda conseguiu apagar as chamas e o prédio não foi danificado, informou a polícia.Sinagogas, escolas e cemitérios judaicos têm sido alvo de ataques na Europa nos últimos meses, coincidindo com a escalada da violência entre israelenses e palestinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.