Prefeita convida Mariano para Secretaria da Segurança

O ouvidor-geral da Prefeitura, Benedito Mariano, será o primeiro secretário municipal de Segurança Pública da cidade de São Paulo. A prefeita Marta Suplicy (PT) formalizou hoje convite ao ouvidor para assumir a nova Secretaria Municipal de Segurança Urbana. O órgão será criado assim que o projeto for aprovado, na Câmara Municipal, onde, apesar de estar em regime de urgência não há previsão de votação.Conforme antecipou o Estado, Mariano era o nome mais cotado para assumir o novo órgão. Além de participar do projeto de criação da nova secretaria, ele foi ouvidor da Polícia paulista e é um dos responsáveis pelo programa de segurança pública do PT para as próximas eleições, em todo o País.ConcursoEm uma primeira fase, a nova secretaria, que trabalhará com a Guarda Civil vai atuar na segurança preventiva. "A Guarda vai intensificar seu trabalho para dar segurança a usuários e trabalhadores em todos os logradouros públicos da cidade", disse Mariano.Segundo ele, até o fim do governo, o efetivo da guarda será aumentado de 5,5 mil para 8 mil guardas. Em meados do próximo mês será aberto concurso público para a contratação de 1.500 novos guardas civis.Assim que assumir o novo cargo, Mariano pretende dar início a alguns projetos para melhorar a atuação da guarda no patrulhamento da cidade. Para isso, segundo ele, é essencial trabalhar com o material humano que a Prefeitura dispõe, que inclui medidas simples, como compra de coletes a prova de balas, até o estabelecimento de um plano de carreira para a tropa. Trabalho conjunto"Há 16 anos não há um plano de cargos e carreiras para a Guarda Civil", disse Mariano, que também pretende investir em um centro de treinamento do efetivo.Em um segundo momento, a Prefeitura espera a aprovação no Congresso Nacional do projeto que dá mais poder aos municípios no combate à violência. "O que falta no Brasil é um sistema integrado de segurança que envolva os governos federal, estaduais e municipais".O novo secretário também pretende estreitar as relações com o governo estadual. "Tem de haver um entendimento com as polícias estaduais para o combate eficiente à violência."O substituto de Mariano na Ouvidoria do município ainda não foi definido. "Apresentei uma lista com sugestões de nomes à prefeita". resumiu o ouvidor, sem revelar quais nomes são.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.