Prefeita resolve banir demônio por decreto, nos EUA

A prefeita da minúscula Inglis, Carolyn Risher, nunca viu satã viajando na parte traseira de um Cadillac pela rodovia US-19; nunca o viu comprando grapefruits no mercado da esquina nem tentando vender um alto-falante estéreo na loja de penhores. ?Nunca o vi", diz. "Mas posso sentir suas obras." Ela afirma que o sentiu todas as vezes em que viu uma criança molestada ou uma casa queimada. "As pessoas me telefonam e perguntam: ´Carolyn, satã está lá?´; e eu lhes digo: ´satã está onde você permitir que ele entre´." Assim, a prefeita dessa cidade da Flórida de 1.400 habitantes ganhou destaque no noticiário ao banir satanás dos limites de Inglis por decreto municipal. Atraiu elogios e censuras e tornou-se alvo de piadas. "Isso não me incomoda."Leia mais no Estado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.