Prefeito da oposição da Venezuela é assassinado

O prefeito da oposição no município de Arismendí, Enrique Franceschi, foi assassinado dentro de sua casa neste domingo, informou a promotoria geral da Venezuela.

AE, Agência Estado

20 de julho de 2014 | 23h17

Segundo a promotoria, o corpo de Franceschi foi encontrado com múltiplas feridas causadas por punhaladas. O comunicado diz que, de modo preliminar, as investigações apontam que o prefeito foi vítima de delinquentes.

Franceschi foi eleito prefeito em dezembro do ano passado e era membro da chamada Mesa da Unidade Democrática, uma coalizão de partidos de oposição ao governo de Nicolás Maduro.

A Associação de Prefeitos pela Venezuela, que reúne 76 prefeitos da oposição, lembrou em comunicado que Franceschi, de 35 anos, era um dos mais jovens da coalizão. Ele trabalhava para criar uma polícia municipal e oferecer segurança a mais de três mil pescadores, disse o texto. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Venezuelaprefeitomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.