Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Prefeito de Bruges, na Bélgica, é esfaqueado e submetido a cirurgia

Acusado de ser o responsável pelo ataque contra o prefeito foi preso por agentes da polícia federal belga, que abriu investigação por tentativa de assassinato

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2020 | 10h27
Atualizado 20 de junho de 2020 | 11h00

BRUXELAS - O prefeito de Bruges, cidade localizada no oeste da Bélgica, Dirk De Fauw, foi esfaqueado na manhã deste sábado, 20, e teve de ser submetido a uma cirurgia, segundo informou a emissora de televisão local RTBF. De Fauw, de 62 anos, foi atingido no pescoço. 

De acordo com as informações do canal, o atentado aconteceu no município que o político governa. O autor do ataque foi detido imediatamente. 

Segundo a rede pública de TV VRT, De Fauw, que pertence ao Partido Democrata Cristão, foi submetido a operação pouco depois de sofrer a facada. O estado de saúde do prefeito, que também é advogado, é considerado estável, segundo a porta-voz da Promotoria da cidade, Céline D'havé.

O acusado de ser o responsável pelo ataque contra o prefeito  foi preso por agentes da polícia federal belga, que abriu investigação por tentativa de assassinato, de acordo com a agência de notícias Belga, citando o Ministério Público local.

Policiais e promotores ainda não confirmaram a motivação do homem detido. De acordo com as primeiras informações reveladas pela imprensa local, o ataque teria acontecido perto do escritório de advocacia de De fauw, no Bairro de Saint-Andries.

O criminoso poderia ser um cliente ou ex-cliente do advogado, "com um passado psiquiátrico", afirma o site do jornal Het Laatste Nieuws/EFE e AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Bélgica [Europa]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.