Prefeito de capital afegã é condenado à prisão por corrupção

Abdul Ahad Sahebi foi condenado a quatro anos de prisão por contratos irregulares.

BBC Brasil, BBC

07 de dezembro de 2009 | 16h18

A Justiça do Afeganistão condenou nesta segunda-feira o prefeito da capital, Cabul, a quatro anos de cadeia por crimes de corrupção.

Mir Abdul Ahad Sahebi, que está foragido e não compareceu ao julgamento, é acusado pela malversação de US$ 16 mil em verbas públicas.

Segundo declarações da promotoria à BBC, o caso envolve um contrato que foi concedido a uma empresa sem obedecer os procedimentos adequados.

"A corte sentenciou (Sahebi) a quatro anos de prisão, ordenou que ele devolva o dinheiro que desperdiçou e que resultou na sua demissão", disse Kamal segundo a agência de notícias AFP.

Esta foi a primeira condenação de um político importante no segundo mandato do presidente Hamid Karzai, que vem sendo pressionado por países ocidentais para combater a corrupção no país.

O governo dos Estados Unidos pediu que o governo afegão tomasse providências concretas para acabar com o problema.

Karzai foi reeleito em agosto em eleições que foram consideradas fraudulentas por observadores internacionais. O presidente prometeu acabar com a corrupção e insiste que as reclamações dos países ocidentais são "exageradas".BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.