Prefeito de Chisinau derrota candidato comunista e consegue reeleição

Dorin Chirtoaca derrotou Igor Dodon, obtendo 182.494 votos equivalente a 50,6% do total dos votos emitidos

Efe,

20 de junho de 2011 | 04h55

MOSCOU - O prefeito de Chisinau, Dorin Chirtoaca, derrotou no segundo turno o candidato comunista, Igor Dodon, e conseguiu a reeleição, informou nesta segunda-feira, 20, a Comissão Eleitoral Central (CEC) da Moldávia.

 

O presidente da CEC, Iure Ciocan, anunciou que Chirtoaca, vice-presidente do Partido Liberal, uma das três formações que integram a governante Aliança pela Integração Europeia, obteve 182.494 votos equivalente a 50,6% do total dos votos emitidos.

 

O candidato comunista, que na primeira rodada, há duas semanas, se impôs a Chirtoaca e ficou a menos de dois pontos percentuais de conseguir a maioria absoluta, obteve 49,4% dos votos, ou seja, 4.442 cédulas a menos que seu rival.

 

"Estes dados são definitivos. Se apurou 100% dos votos emitidos. No entanto, os resultados têm caráter preliminar até que se recebam todos os originais das atas dos colégios eleitorais", declarou Ciocan, segundo informou da capital moldávia a agência russa Interfax.

 

Na véspera, um total de 512 localidades e cidades moldávias realizaram um segundo turno para escolher seus prefeitos, já que no pleito de duas semanas atrás nenhum dos candidatos obteve a maioria absoluta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.