Prefeito de Los Angeles pede reforma migratória urgente

O prefeito de Los Angeles, Antonio Villaraigosa, disse na quarta-feira que já está na hora de parar de falar e começar a agir para abordar uma reforma integral daImigração.Num almoço com jornalistas, Villaraigosa defendeu uma reforma semelhante à proposta pelo presidente George W. Bush no discurso sobre o Estado da União, aplaudida por congressistas dos dois partidos."A ovação demonstrou que há um consenso bipartidário. Houvepalavras muito duras, mas essa fase já passou. Agora é preciso agir", disse o prefeito, que completava 54 anos.Para Villaraigosa, as eleições mostraram que a maioria dosamericanos aprova uma reforma como a proposta pelos senadores Ted Kennedy e John McCain. "Os empregadores devem prestar contas e temos que fazer cumprir as leis trabalhistas, criar um caminho legal para a cidadania e proteger as fronteiras", disse.Villaraigosa evitou comentar as batidas em sua cidade, quedetiveram 761 imigrantes ilegais. Cerca de 450 já foram deportados e devolvidos a seus países, como México, Honduras, Polônia e Índia.Em junho do ano passado, numa batida nacional realizada ao longo de três semanas, a Polícia deteve quase 2.100 imigrantes ilegais.O prefeito criticou a opinião de que "muitos" dos membros de quadrilhas são imigrantes. "Muitos são pobres, deixaram a escola e perderam a esperança", afirmou.O prefeito elogiou o governador republicano da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, e seu plano de estender a assistência médica a todos os cidadãos de seu estado, assim como suas propostas para lutar contra a mudança climática."Tenho uma boa relação com Arnold. Os EUA querem soluções com bom senso. Por isso ele goza de tanta popularidade", afirmou o democrata.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.