Prefeito de Nova York proíbe leilão de restos do WTC

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, proibiu nesta sexta-feira o leilão de restos do World Trade Center. "Isso é uma ofensa à memória dos mortos no atentado de 11 de setembro", disse o prefeito, que pediu providências legais ao procurador-geral da cidade, Michael Cardozo, contra a casa de leilões on-line eBay."Essa empresa está explorando uma tragédia para obter lucro", acusou Cardozo em advertência aos proprietários. "Caso essa atividade não seja imediatamente suspensa, vamos apresentar recurso à Justiça", ameaçou.Em resposta, a eBay retirou os objetos de seu site, que havia inaugurado em 31 de dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.