Prefeito de Paris sofre atentado a faca

É satisfatório o estado de saúde do prefeito de Paris, Bertrand Delannoë, 52, do Partido Socialista, depois de ter sido esfaqueado nos salões da prefeitura da capital francesa, na madrugada deste domingo. Delannoë sofreu um corte leve no abdome e teve que ser submetido a uma cirurgia, mas seu estado não inspira cuidados.As dependências da prefeitura haviam sido franqueadas ao público no quadro das apresentações do evento conhecido como ?Nuit Blanche? (expressão que pode ser traduzida como noite passada ?em claro?, sem dormir), que acontece pela primeira vez na capital francesa. O festival promove a realização de espetáculos em toda a cidade. Em cada local, em cada logradouro havia um concerto de música clássica, peças teatrais, projeções de filmes e shows de música popular, inclusive de bossa nova com direito a apresentações de artistas brasileiros. Também as dezenas de museus e atrações turísticas de Paris, inclusive a Torre Eiffel, ficaram abertos à visitação durante a noite inteira.Na Prefeitura, cerca de 2 mil pessoas estavam reunidas para um concerto de música eletrônica e outras atividades. Nessa atmosfera de festa, quando recepcionava convidados nos salões da prefeitura, o prefeito Delannoë foi repentinamente atacado por um desconhecido, recebendo uma facada no estômago. O agressor, um homem de 40 anos que já possui uma extensa folha corrida na polícia de Paris por outros atos criminosos, foi prontamente agarrado e neutralizado pelo serviço de segurança, enquanto o prefeito exclamava: ?fui esfaqueado!?. A identidade do criminoso não foi divulgada pela polícia e os motivos que o teriam levado a cometer tal ato ainda são desconhecidos.Já estendido na maca para ser levado ao hospital, Delannoë, mesmo sentindo dores, deu instruções a seus auxiliares para que a festa prosseguisse nos salões da prefeitura e no restante da cidade. O presidente francês Jacque Chirac, ao tomar conhecimento do ocorrido, enviou uma mensagem ao prefeito socialista exprimindo ?sua solidariedade, seus votos de um pronto reestabelceimento e sua indignação em face deste gesto insano?. O ataque é o segundo contra um proeminente político francês em menos de três meses. O próprio presidente Chirac foi vítima de um atentado em 14 de julho, a data nacional francesa, quando um homem tentou atirar contra ele durante a revista das tropas que iriam participar da parada militar em homenagem ao Dia da Bastilha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.