Prefeito de Toronto desiste de reeleição

Rob Ford, que ganhou notoriedade internacional por admitir ter fumado crack e usado cocaína, retirou sua candidatura à reeleição após ser diagnosticado com um tumor no abdome

O Estado de S. Paulo

12 de setembro de 2014 | 14h47

TORONTO - O prefeito de Toronto (Canadá), Rob Ford, que ganhou notoriedade internacional por admitir ter fumado crack e usado cocaína, retirou sua candidatura à reeleição nesta sexta-feira (12) após ter sido diagnosticado com um tumor no abdome, na quarta-feira. 

Logo após o anúncio, o porta-voz da sua campanha, Jeff Silverstein, comunicou que o irmão do prefeito, Doug Ford, foi anunciado como o candidato em seu lugar. A mudança ocorre seis semanas antes das eleições. 

Rob Ford foi internado na quarta-feira em um hospital da cidade, com suspeita de ter um tumor no abdome, segundo autoridades de saúde locais. Rueben Devlin, porta-voz do Humber Regional Hospital, disse que Ford estava sofrendo de dores no estômago há pelo menos três meses e os sintomas pioraram nas vésperas de sua internação. "Ficou insuportável para ele", disse o médico.

O prefeito tornou-se uma celebridade internacional no ano passado depois de reconhecer o uso de crack em um surto alcoólico, após meses negando o fato. Ford voltou ao trabalho em junho, depois de passar por uma clínica de reabilitação de drogas e álcool. 

O prefeito estava em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, com 31%, atrás do favorito, John Tory, que tinha 34%. / REUTERS e AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.