Prefeito filipino recém-eleito é assassinado em rinha de galos

O vice-prefeito também foi assassinado. Outras nove pessoas forão feridas

Agencia Estado

19 Junho 2007 | 11h05

Um grupo de cinco pistoleiros assassinou o prefeito recém-eleito da localidade filipina de San José, na província de Nova Écija, cerca de 150 quilômetros ao norte de Manila, quando assistia a uma briga de galos, informou a Polícia. Além do prefeito, Alfredo Vendivil, foi assassinado seu primo e vice-prefeito, Virgilio Vindivil. Também ficaram feridas outras sete pessoas, entre elas uma criança de 9 anos. O assassinato aconteceu nesta sexta-feira, 15, na rinha de São José, onde as vítimas assistiam a brigas de galos, um passatempo muito popular no país. O chefe do Escritório Regional 3 da Polícia, Ismael Rafanan, informou que "aconteceu um tumulto dentro da rinha e algumas pessoas sofreram ferimentos leves ao tentar fugir". Mais tarde foram encontrados os corpos das vítimas no local, com vários tiros. Ele acrescentou que 17 cartuchos de balas de diversos calibres foram encontrados na cena do crime. As causas ainda estão sendo investigadas. "Os assassinos se fizeram passar por espectadores das brigas de galos e atacaram suas vítimas, que se encontravam desarmadas e sem nenhuma segurança", disse Rafanan. "O prefeito era muito popular e não se sabe se ele tinha inimigos", explicou o chefe de Polícia, acrescentando que os assassinos escaparam após cometer o crime. As eleições foram realizadas no dia 14 de maio. Houve mais de 100 mortes de políticos e militantes em todo o país durante a campanha eleitoral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.