Kontrolab via REUTERS
Kontrolab via REUTERS

Prefeito italiano é preso acusado de ajudar imigrantes ilegais

Domenico Lucano ganhou fama por acolher imigrantes na cidade de Riace, no sul do país; acusações mostram que ele organizava casamentos de conveniência para que imigrantes obtivessem documentos e permanecessem na Itália

O Estado de S.Paulo

02 Outubro 2018 | 16h35

MILÃO - O prefeito da cidade italiana de Riace, Domenico Lucano, foi colocado em prisão domiciliar nesta terça-feira, 2, acusado de ajudar na imigração ilegal. Riace fica na região da Calábria, no sul do país, e Lucano ganhou fama justamente por acolher imigrantes, centenas dos quais se instalaram na pequena cidade, com menos de 2 mil habitantes.

A polícia financeira prendeu o prefeito como parte de uma investigação sobre a alocação de fundos do governo para refugiados e requerentes de asilo. 

Segundo o canal TG24, as acusações incluem a organização de casamentos de conveniência para que os imigrantes possam permanecer na Itália legalmente. Para o apresentador do canal, a prisão de Lucano é um "tapa na cara daqueles que praticam o dever de acolher." / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.