Prefeito palestino renuncia denunciando caos e violência

O prefeito palestino da cidade de Nablus anunciou sua renúncia, declarando-se frustrado com o dramático aumento da violência e do caos social na maior cidade da Cisjordânia. Ghassan Shakaa disse ter submrtido sua renúncia ao presidente Yasser Arafat como protesto contra a omissão da liderança palestina na questão.As forças policiais palestinas foram enfraquecidas durante os mais de três anos de combate com Israel. Sem nenhuma autoridade legítima nas ruas, gangues se enfrentam a tiros, famílias rivais travam rixas letais e militantes islâmicos já seqüestraram e espancaram funcionários públicos.?Não nego o papel da ocupação (israelense) na destruição da cidade, mas nós, como autoridade e cidadãos, não fazemos nada para proteger a cidade e evitar o colapso?, disse Shakaa. Ele afirmou que continuará no cargo até 1º de maio, para concluir uma série de obras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.