Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo

Prefeitura de SP e associação cultural arrecadam doações para o Líbano

Cestas básicas e medicamentos serão enviados para as vítimas das explosões no porto de Beirute

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2020 | 14h58

Em parceria com a Prefeitura da Cidade de São Paulo e aproveitando a estrutura criada em razão do Projeto “São Paulo: Cidade Solidária”, a Associação Cultural Brasil-Líbano aderiu à campanha humanitária de arrecadação de cestas básicas e medicamentos para as vítimas atingidas pelas explosões do dia 04 no porto de Beirute.

Em 2006, quando Israel invadiu o sul do Líbano, a ACBL organizou uma campanha de arrecadação de mantimentos, que foram entregues para o então ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, e enviados pela FAB. O Brasil tem a maior comunidade libanesa do mundo.

A campanha tem a participação de várias associações religiosas e entidades da comunidade líbano-brasileira de São Paulo, cidade que abriga o maior número de libaneses e descendentes, que contribuíram para o desenvolvimento da cidade, juntamente com outros imigrantes.

A arrecadação das doações ocorrerá na Cruz Vermelha de São Paulo, na Avenida Moreira Guimarães, 699, Indianópolis - São Paulo, além dos demais pontos divulgados no site: www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/relacoes_internacionais

Tudo o que sabemos sobre:
Beirute [Líbano]Líbano [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.