Prejuízo diário de empresas é de US$ 200 milhões

Com 17 mil voos cancelados, o caos provocado pelo vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia, já causou perdas de "US$ 200 milhões" por dia para as companhias aéreas, segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), em Genebra.

Jamil Chade, GENEBRA, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2010 | 00h00

"Os custos serão enormes, especialmente se a erupção se prolongar por alguns meses. Esse tipo de problema no coração da passagem de voos transatlânticos é sem precedentes", afirmou Gregg Gallina, meteorologista do Volcanic Ash Advisory Center. Antes da erupção, a Iata já previa perdas de US$ 2,8 bilhões para a indústria aérea em 2010, por causa da crise econômica mundial. Ontem, só a companhia Lufthansa perdeu 4,1% nas bolsas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.